Anterior

Coivaras é 1º lugar em nota 10 do Ranking do TCE que trata de controle interno

12/10/2020

Anterior

Próxima

VERGONHA! CGU fiscaliza prefeitura, secretaria de educação e obras paradas em Campo Maior

14/10/2020

Próxima
12/10/2020 - 22:24
COIVARAS: Após ter as contas aprovadas por unanimidade, a gestão do Prefeito Marcelino Almeida consegue o 1º lugar em nota 10 do Ranking do TCE que trata de controle interno

O prefeito de Coivaras Marcelino Almeida tem governado o município com transparência, eficiência, competência e muita responsabilidade. Ele foi vítima recentemente de um processo de impeachment imposto a todo custo na tentativa de tirá-lo o mandado legítimo de prefeito consquistado democraticamente nas urnas no dia 02 de outubro de 2016, com 62, 73% dos votos válidos.

O prefeito de Coivaras, Marcelino Almeida, tem governado o município com transparência e eficiência.

 

 

As contas do prefeito de Coivaras, Marcelino Almeida de Araújo (PT), do exercício de 2017, foram aprovadas por unanimidade em sessão ordinária realizada no último dia 29 de setembro de 2020. O relator da matéria foi o Conselheiro Olavo Rebêlo de Carvalho Filho. Agora desa feita  O município de Coivaras foi primeiro lugar em todo o Piauí em  Independência Funcional dos controladores. 

Segundo o TCE, a atividade do controle interno constitui um dos principais pilares da Governança do Setor Público e tem o papel de direcionar, monitorar e avaliar os atos de gestão, auxiliando o prefeito e a equipe gestora a alcançar objetivos importantes e a melhorar de forma contínua o seu desempenho, além de contribuir para redução dos riscos de fraudes, erros e práticas ineficientes e antieconômicas.

O relatório elaborado pela Diretoria de Fiscalização da Administração Municipal (DFAM) revela que 60% dos municípios piauienses contam com apenas um único servidor como apoio técnico nas Unidades de Controle Interno (UCI) das prefeituras, e apenas 17,9% contam com sistema de gestão informatizado.

 

O prefeito de Coivaras, Marcelino Almeida, tem governado o município com transparência, eficiência, competência e muita responsabilidade. Ele foi vítima recentemente de um processo de impeachment imposto a todo custo na tentativa de tirá-lo o mandado legítimo de prefeito consquistado democraticamente nas urnas no dia 02 de outubro de 2016, com 62, 73% dos votos válidos.

O processo  de impeachment foi arquivado, na sessão especial, ocorrida na tarde do dia 25 de setembro de 2020, onde o prefeito foi absolvido por 4 a 5 votos dos parlamentares. Na prática verifica-se uma espécie de perseguição política ao prefeito e ele parte agora para um terceiro turno, pois em 2016 ganhou nas urnas, em 2020 ganhou na Câmara e agora vai às urnas novamente nessa disputa municipal, e assim o prefeito vem acumulando vitórias sobre a oposição de Coivaras.

 (A redação)






Link:




Deixe seu comentário



Vídeo


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.