Anterior

LiterAltos: Seara da Noite

16/02/2020

Anterior

Próxima

Veja a programação do Carnaval em Altos

22/02/2020

Próxima
17/02/2020 - 16:42
LiterAltos: A Mulher Porca

A mistura de animal e mulher, grunhiu forte e assustadoramente, pondo para correr os três que, ao vê-la de patas dianteiras para cima, com enorme unhas vermelhas e um grosso colar com inscrições fúnebres ao pescoço, gritaram desesperadamente por clemência divina, sendo que um dos três assistentes daquela macabra visão, entrou em estado de choque mental e até os dias de hoje não fala, não come e nem bebe com as próprias mãos...
 Foto: LiterAltos 

LiterAltos: A Mulher Porca, Gilberto Damasceno

A Mulher Porca

Um grupo de três pessoas, sendo dois trabalhadores e uma jovem estudante secundária, se dirigiam às proximidades da garagem da Secretaria Municipal de Transporte de Altos, por volta das 4:30h da manhã, para embarcar logo cedo e assegurar vaga nos assentos dos ônibus da Prefeitura Municipal de Altos que transportavam trabalhadores e estudantes para a capital Teresina, quando se deparam com uma enorme porca, metade suína e metade humana, que havia saído do mato rasteiro das extremidades da BR 343, próximo à subestação de energia da Cepisa.

A mistura de animal e mulher, grunhiu forte e assustadoramente, pondo para correr os três que, ao vê-la de patas dianteiras para cima, com enorme unhas vermelhas e um grosso colar com inscrições fúnebres ao pescoço, gritaram desesperadamente por clemência divina, sendo que um dos três assistentes daquela macabra visão, entrou em estado de choque mental e até os dias de hoje não fala, não come e nem bebe com as próprias mãos...

Gilberto Damasceno Paiva - Altos(Pi), 09.06.2008






Link:




Deixe seu comentário



Vídeo


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.