Anterior

Filme que conta a história de Niède Guidon é selecionado para festival internacional

13/03/2019

Anterior

Próxima

ZÉ DA PRATA – O MAIOR POETA DE ALTOS – O PRATA DE LEI

14/03/2019

Próxima
14/03/2019 - 14:42
NOITE PRATEADA: Presidente da ALLNA, faz alusão aos 70 anos de morte de Zé da Prata, no dia da poesia

A poesia para além de Castro Alves e Drummond de Andrade
 Foto: Facebook 

Presidente Marcondes Araújo

Antonio Frederico Castro Alves nasceu em 14 de março no ano de 1847 na cidade de Curralinho, no Estado da Bahia. Celebrizado apenas por Castro Alves, ele é conhecido como \"o maior poeta brasileiro, lírico e épico\". Destaque da denominada terceira geração do Romantismo brasileiro, tem sua obra caracterizada pela intransigente defesa dos escravos em nosso país, fato notabilizado em sua famosa poesia “Navio Negreiro”, o que decorreu sua denominação de Poeta dos Escravos, porém produziu muito como denúncias de injustiças sociais. Mas sua poesia retratava também o amor em destaque especial para a sensualidade feminina. Castro Alves faleceu com apenas 24 anos de idade deixando vasta obra poética e atualmente é patrono da cadeira de nº 7 da Academia Brasileira de Letras.

Carlos Drummond de Andrade nasceu na cidade de Itabira, Estado de Minas Gerais em 31 de outubro de 1902. Notabilizou-se na primeira metade do século passado por ter sido um dos grandes representantes do movimento modernista e é detentor de várias obras literárias, tendo com um dos destaques a poesia “E agora José?”, a qual foi musicada pelo cantor piauiense Paulo Diniz. Mas esta foi apenas uma das incontáveis poesias de grande sucesso de Drummond. Sua produção artística era caracterizada em versos livres, sem métrica determinada e com uma leve pincelada de ironia, sarcasmo e humor, traços bem demonstrados no livro “Rosa do Povo”. Cidadão comum, não raro era vê-lo passeando pela orla de Copacabana, no Rio de Janeiro, local que guarda uma estátua do poeta sentado em um dos bancos daquele logradouro, numa homenagem da prefeitura ao poeta que viveu parte de sua vida na “Cidade Maravilhosa”. Teve atuação política e juntamente com Graciliano Ramos e Jorge Amado fortaleceu as bases do Partido Comunista de Carlos Prestes, mas se afastou posteriormente por não concordar que a atuação político-partidária interferisse na atividade da Associação Brasileira dos Escritores. Tendo um conceito pessoal sobre a Academia Brasileira de Letras, Drummond se recusou a candidatar-se a uma cadeira na ABL. Faleceu em 17 de agosto de 1987.

Mas o que tem a ver a biografia de Castro Alves e Drummond de Andrade? Durante vários anos o Dia Nacional da Poesia foi reconhecido como sendo em 14 de março em homenagem a Castro Alves (data de seu nascimento). Somente a partir de 2015, através de um projeto do senador paranaense Álvaro Dias, transformado em lei (Lei nº 13.135/2015), mudou oficialmente o Dia Nacional da Poesia para a data de 31 de outubro (nascimento de Drummond).

Naturalmente que se Drummond fosse vivo repudiaria tal mudança, como o fez em relação à sua pretensão junto à ABL, mas esse fato também pode ser visto como uma demonstração de desprestígio da poesia nordestina, eis que Castro Alves era baiano e, ainda, uma ingerência desnecessária da política na arte.

De todo modo, entre os dois ícones resta um laço comum: o apego pela poesia e a sensibilidade de reverenciar o talento pela arte poética.

É, portanto, respeitando a tradição da data, mas também com profundo respeito a Drummond, que a Academia de Letras e Línguas Nativas Altoenses (ALLNA) se junta à Coordenação de Cultura do Município de Altos, em parceria com O Jornal, para comemorar o Dia Nacional da Poesia neste 14 de março de 2019 e lançar o evento Noite Prateada, homenageando o poeta altoense Zé da Prata. E, para tanto, convocamos a todas as pessoas que se familiarizam com a poesia para fazerem parte do evento, cuja programação será posa em destaque neste noticioso.



Veja mais fotos:




Link:




Deixe seu comentário



Vídeo


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.