Anterior

Patrícia Leal faz balanço de ações em 2018 e promete mais investimentos para 2019

30/12/2018

Anterior

Próxima

Em sessão solene Maxwell da Mariinha foi empossado presidente da Câmara para o biênio 2019/2020 em Altos

02/01/2019

Próxima
01/01/2019 - 12:55
Vereadores de Coivaras estão convocados para a eleição da mesa diretora da casa, neste dia 02 de janeiro de 2019

É de se esperar que nesse momento vários acordos internos estejam sendo costurados, em torno da chefia do legislativo de Coivaras, em meio a tantos segredos não é de se descartar o nome da vereadora Lúcia do professor Kleberson do PT, histórica defensora do partido na cidade, como uma das grandes vias e que pode torna-se a presidente da casa.
 Foto: Google 

Poder Legislativo de Coivaras

A presidência da Câmara de vereadores da cidade de Coivaras, por meio de um edital convocou todos os 09 vereadores que fazem acento no poder legislativo daquele município para que se façam presentes neste dia 02 de janeiro de 2019, a partir das 09 horas da manhã.

O objetivo da convocação é para que os pares possam eleger a nova mesa diretora da casa legislativa. Curiosamente a casa ficou sem comando desde as 00hs de ontem dia 31 de dezembro de 2018, (vacante), quando encerrou o mandato da ex-presidente Cristina Barnabé. A eleição é para o biênio 2019/2020.

A eleição da mesa diretora da Câmara de Coivaras será uma das mais emblemática da história do município, pois provavelmente duas chapas fortes concorrem a presidência e poderá aparecer uma terceira via.

Quem já se declarou candidato e sem possiblidade de declinar foi o ex-presidente Zequinha Orélio. Outro nome que estaria sendo ventilado é o nome da ex-presidente Cristina Barnabé, que buscará apoio tanto dentro da situação como da oposição. Com tantas idas e voltas a eleição é incerta e bem acirrada, pois vereadores que foram eleitos na base de oposição não seguem esse princípio, que seria normal em qualquer democracia do mundo.

Uma outra situação emblemática na história política de Coivaras, que era conhecida pelos debates políticos acalorados, é o fato de não existir mais oposição na cidade, contrariando os princípios da democracia como bem dizia o ex-presidente dos Estados Unidos, Jimmy Carter, “Na democracia é assim: Enquanto um partido governa o outro vigia”, infelizmente em Coivaras nesse momento não tem esse vigia.

É a posição que ajuda a cidade a se desenvolver, diz o que estar errado ou não no andamento administrativo e deixa o gestor receoso de fazer algo ilícito.

É de se esperar que nesse momento vários acordos internos estejam sendo costurados, em torno da chefia do legislativo de Coivaras, em meio a tantos segredos não é de se descartar o nome da vereadora Lúcia do professor Kleberson  do PT, histórica defensora do partido na cidade, como uma das grandes vias e que pode torna-se a presidente da casa. (Marron)






Link:




Deixe seu comentário



Vídeo


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.