Anterior

VIOLÊNCIA: A DOR DOS NÚMEROS

03/11/2017

Anterior

Próxima

VEJA O RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTICIAS DO MUNDO DO ESPORTE EM ALTOS, PIAUÍ E BRASIL

03/11/2017

Próxima
03/11/2017 - 18:19
Ao tentar ver o irmão, major da PM saca arma para policiais e causa tumulto em quartel

O major foi impedido de visitar o irmão em horário de visita não permitido.
 Foto: LUCAS PEREIRA 

IRMÃO DO ACUSADO DA MORTE DA JOVEM CAMILA

O irmão do capitão Allison Wattson, que está preso no CFAP (Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças) da PM, causou um tumulto no presídio militar nesta quinta-feira (02).

De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, o irmão do capitão, que é Major da PM, identificado como Cidcley Wattson, chegou a sacar a arma após ter sido impedido de visitar o irmão em horário de visita não permitido.

O Secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu, informou que a família do capitão queria saber notícias de Alisson após terem sido divulgados informações falsas de que o mesmo havia cometido suicídio dentro do quartel onde está preso.

“Os oficiais superiores que estavam de serviço no local foram até a família e desmentiram o boato, mas não permitiram acesso ao capital em virtude de lei”, disse.

O secretário negou ainda que o capitão esteja recebendo qualquer tipo de regalia dentro do quartel.

“Ele está preso, mas está sob a lei de execuções penais, o que vale para qualquer preso da Casa de Custódia, vale para ele também. Ele está em uma cela e não em uma sala de Estado maior”, disse o secretário.

O caso

O capitão da PM, Alisson Wattson da Silva está preso desde a última quarta-feira (01), quando assumiu a autoria do assassinato e ocultação do cadáver da namorada, a estudante de Direito, Camila Abreu, de 21 anos.

Fonte/texto, Teresina Diário



Veja mais fotos:




Link:




Deixe seu comentário



Vídeo


Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.